Por que ser positivo pode afetar a sua realidade?

Você acredita que na sua vida só há acontecimentos ruins e que nada dá certo?

Imagine que um amigo seu chega até você, um pouco afobado e esbaforido e fala “Tenho uma novidade que você precisa saber logo!”. Quais pensamentos vêm a sua cabeça?

“Alguém morreu?”, “Lá vem desgraça…”, “Que foi que quebrou dessa vez?”, “Ihhh..Já deu m…”, …

Já vimos anteriormente como a sua perspectiva afeta, e muito, a sua vida.

O que vamos provar neste artigo é que você está visualizando exatamente aquilo que você busca em seus pensamentos.

Se para você a vida não anda de maneira satisfatória, é por que o foco dos seus pensamentos não estão onde deveriam estar.

Geralmente, focamos o que não queremos, vemos somente o que está dando errado.

Veremos como o foco contrário do habitual, ou seja, passar a direcionar propositadamente nosso foco para as coisas boas, para as coisas que estão dando certo, pode mudar de maneira surpreendente o rumo do seu bem-estar, do seu dinheiro e do seu trabalho.

Um segredo: Aquilo que buscamos e falamos durante o dia é o que a mente irá focalizar e, o que sua mente focalizar, é o que vai acontecer.

Não acredita? Então continue lendo este artigo e descubra você mesmo.

A sua mente visualiza somente o que você procura

A sua mente visualiza somente o que você procura | Maximiza.se

desmistificamos aqui a multitarefa. A mente não pode centrar em duas coisas ao mesmo tempo.

A atenção é um recurso de capacidade limitada. Prestar atenção em uma coisa significa não prestar atenção em outra.

O estudo realizado por Simons e Chabris (1999), deixa isso bem evidente.

Veja este curto vídeo abaixo e conte quantos passes os jogadores de camisa BRANCA trocam entre si.

Só vale os de camisa branca, ok!?

Se viu o vídeo até o final, já deve saber a resposta, porém…você viu o gorila?

Caso tenha visto o gorila passeando no meio dos jogadores, parabéns. Caso não tenha visto, você não foi o único.

Quando este teste foi aplicado em 192 participantes, 46% deles não percebem o sujeito vestido de gorila.

Isto acontece pois ao ver o vídeo, damos instruções a determinados neurônios para ficarem totalmente atentos a cor branca, desta forma, é como se o cérebro ligasse um sensor para a cor branca e desligasse os sensores para as demais cores.

Você exerce uma vontade efetiva de se concentrar só naquilo que é relevante a uma busca ou varredura do ambiente.

Se você está tentando encontrar sua filha na multidão, seu sistema visual é reconfigurado para procurar apenas coisas que tenham altura aproximada à dela, cor de cabelo e silhueta semelhantes, bloqueando todo o resto.

Ao mesmo tempo, seu sistema auditivo é ressintonizado para ouvir apenas as frequências de banda sonora em que opera o registro de voz dela.

Imagino que já tenha acontecido algo parecido com você. Procuramos uma pessoa e de repente vemos várias pessoas parecidas com ela.

Tente este segundo teste do Gorila e me diga se vai bem nele. O objetivo é mesmo: contar os passes dos jogadores de branco.

Entendi, mas, e daí?

E daí? Bem, e daí que se você só focar ou buscar o negativo a sua mente liga o sensor da negatividade e desliga o da positividade.

Leia Também  Falta de concentração? Saiba como a neurociência pode te ajudar

Já perceberam que pessoas negativas consegue sempre ver o lado ruim de tudo?

Agora ficou mais fácil de entender. Como vimos no teste do gorila, a mente destas pessoas ficam com o alerta ligado para tudo de ruim e desligado para tudo de bom. Por isso, o negativo ressalta aos olhos delas.

Para e pensa. Se a minha mente tem esse poder, logo ela está sempre me mostrando mais o lado negativo de tudo, logo… a vida é uma desgraça, pois é só isso que eu vejo.

Entendeu agora? Isto não é religião ou conversa motivacional, é ciência.

É claro que a vida não é só desgraça. Tem muita coisa ruim, mas também tem muita coisa boa.

A questão é: no que você vai focalizar?

Se focar em coisas boas, perceba que aos poucos, você vai começar a ver outras coisas boas onde menos imagina.

Elas não nasceram agora, sempre estiveram lá, só que você simplesmente não olhava para elas.

Semelhantemente, já notaram que há pessoas que conseguem fazer dinheiro e gerar negócio com tudo?

Pessoas sortudas? Nada. Elas apenas possuem uma mente focada para oportunidades, logo, elas conseguem visualizar essas oportunidades em todos os lugares.

Por isso, milionários que perderam tudo, costumam recuperar a fortuna tão rápido quanto perderam.

Os 4 quadrantes que norteiam a vida

Os 4 quadrantes que norteiam a vida | Maximiza.se

A nossa vida acontece em pelo menos quatro reinos distintos.

Esses quatro quadrantes são: o mundo físico, o mundo mental, o mundo emocional e o mundo espiritual.

O que a maioria das pessoas nunca percebe é que o reino físico é apenas uma “impressão” dos outros três.

Imagine que o mundo mental, emocional e espiritual são como programas de computador e o mundo físico, o papel que sai na impressora.

Se o seu programa for ruim, ou não funcionar direito, o papel sempre sairá com uma impressão errada e não é culpa do papel, ele apenas reproduziu o que estava os comandos dados pelo software.

O seu mundo externo é o resultado do seu mundo interno.

O seu mundo externo é apenas o resultado de uma impressão que o seu mundo interno está mandando.

O próprio Jesus Cristo, procurou deixar isto bem claro, quando seus discípulos se alimentavam sem lavar as mãos, o que era uma grande blasfêmia para o povo na época.

Quando questionado, Cristo afirmou: “O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.” (Mateus 15:11).

Ainda em outro momento Jesus diz: “Raça de víboras, como podeis vós dizer boas coisas, sendo maus? Pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.” (Mateus 12:34)

A palavra dita, assim como suas ações, é algo que pertence ao mundo físico. Se seu coração ou a sua mente, está recheada de coisas ruins, é somente isto que você pode pôr pra fora.

Portanto, aquilo que você pode ver e sentir é resultado daquilo que está no seu mundo mental, emocional e espiritual.

Pensamentos -> Sentimentos -> Ações -> Resultados

Pensamentos, Sentimentos, Ações, Resultados | Maximiza.se

Portanto, a lógica funciona assim: você pensa, logo sente. Você sente, logo age. Você age, logo, vê resultados.

Te convido a pensar em alguma coisa agora, qualquer coisa.

Leia Também  O fim da neutralidade na internet e como isso afeta você

Pensou? Agora me diga o que sentiu.

Você sentiu alguma coisa com certeza. Alegria, tristeza, raiva, paixão, seja lá o sentimento que for, você o sentiu assim que pensou, pois os seus pensamento geram as suas emoções.

Por sua vez, os seus sentimentos, as suas emoções, conduzem as ações que você toma, conduzem o que você diz, o que você faz.

Uma vez que a ação foi tomada, você verá os resultados no mundo físico, sejam eles bons ou ruins.

Tudo isso com origem no pensamento, percebeu?

O avião, o computador, o carro, o hambúrguer, a pizza, a internet, este blog, tudo nasceu primeiro no pensamento.

É o pensamento que dá origem a tudo. A imaginação que nos permite fazer o que muitos acreditam impossível.

Portanto, tudo isso que você está vendo acontecer na sua vida, também, teve sua origem no pensamento.

São os pensamento negativos que estão gerando as coisas negativas, assim como os positivos, as positivas.

Será que há uma maneira então de mudar os meus pensamentos?

A resposta, felizmente, é sim.

Seus pensamentos têm origem nos “arquivos de informação” que você armazena em mente.

Por sua vez, estes arquivos de informação tem origem na sua programação passada, que foi desenvolvida baseada em tudo que você ouviu, viu e as experiências que viveu na sua infância.

Desta maneira, você foi programado a pensar do jeito que pensa hoje, porém, há como mexer no seu “código de programação”.

Mudando o seu mindset

Mudando o seu mindset | Maximiza.se

Mindset, que pode ser traduzido por mentalidade ou programação mental, é o conjunto de pensamentos e crenças que existe dentro de nossa mente e que determina como nos sentimos e nos comportamos.

O mindset é formado por nossas crenças – aquilo em que realmente acreditamos. Nossas crenças são definidas por nossas experiências do passado – o que vivenciamos, vimos e ouvimos – e que tomamos como verdade.

Por exemplo, alguém que costumava ouvir que “É pecado deixar comida sobrar” pode ter dificuldades para controlar as quantidades na sua alimentação, e ter dificuldades para emagrecer, pois sua mentalidade aprendeu que o correto é comer tudo que está disponível.

Felizmente, Carol Dweck mostra em seu livro Mindset: A Nova Psicologia do Sucessoque é possível mudar o nosso mindset, para um mindset crescente.

Comece revendo as suas crenças, ou seja, aquilo que você ouviu desde de criança e acredita fortemente.

Por exemplo, se você sempre ouviu que “dinheiro não traz felicidade”, reveja essa crença e passe a falar, em voz alta, o oposto: “dinheiro pode sim trazer felicidade”.

Na sequência, reveja as perguntas que você anda fazendo. Sempre que você faz uma pergunta o seu cérebro liga os sensores para achar a resposta.

Ou seja, se você fica se perguntando “Por que sou tão gordo?” a sua mente irá começar a caçar várias respostas/motivos possíveis.

Elabore novas perguntas, perguntas fortalecedoras, como: “Como posso ser tão sortudo de ter … na minha vida?” ou “Como eu posso mudar isso e aproveitar o processo?”.

Por fim, crie o hábito de pensar, falar coisas boas e de se fazer sempre perguntas fortalecedoras, todos os dias.

Alexander Lima Administrator
Coach e Desenvolvedor de Software
follow me

Leia Também