O que você deve comer no seu pós-treino

Uma pergunta muito comum que recebo de meus alunos é “O que devo comer após o meus treinos?”.

Mais carboidrato? Mais proteína? Gordura? Ou se quer devo comer algo?

Alimentação correta é fundamental para saúde de maneira geral, e quando praticamos exercícios físicos regularmente a sua importância é ainda maior.

Para que os resultados sejam alcançados é fundamental considerar a seguinte equação: treino + alimentação + descanso = resultados.

Não adianta a pessoa ter excelentes métodos de treinamento se não comer em quantidade e qualidade correta e/ou não dar o descanso adequado para que o organismo se recupere.

Durante os treinos, utilizamos predominantemente o glicogênio muscular (forma que o carboidrato consumido fica armazenado no organismo) como fonte de energia.

É essencial que essa fonte de energia seja reabastecida. As proteínas não são fonte de energia, porém são fundamentais para o crescimento muscular, visto que a síntese protéica (processo biológico que irá gerar novas proteínas) é essencial para o ganho de massa muscular.

Carboidratos e proteínas se ajudam: um ajuda na absorção do outro. Então, o ideal é que a pessoa, após o treino, consuma ambos, assim estará repondo fonte de energia e contribuindo para o ganho de massa muscular.

Não sou adepto a suplementos. São produtos feitos, ricos em produtos químicos como corantes, aroma e conservante e que infelizmente se tornaram moda nas academias. Uma verdadeira (e lamentável) febre.

O ovo, por exemplo, é um alimento super nutritivo: rico em vitaminas e proteínas.

Costumo dizer que (claro que depende do estado do treinamento, dos objetivos da pessoa, do treino que foi realizado, etc) 3 ovos com um bom carboidrato (batata doce, pão integral por exemplo) e um copo de suco de fruta são excelentes lanches após os treinos, pois você estará repondo proteína, carboidrato e vitaminas.

A quantidade (em gramas) depende do treinamento realizado, dos objetivos da pessoa, do peso corporal e quantidade de massa muscular.

A individualidade biológica (cada organismo é único, tem necessidades diferentes) tem de ser respeitada.

No intuito de ganho de massa muscular, recomenda-se consumir diariamente, 1,8g de proteína por quilo de peso.

Por Exemplo: uma pessoa de 70kg, deve consumir 126g de proteína por dia. Em dias de treino, recomenda-se que se consuma um pouco mais e acrescente carboidrato após o treino (lembre-se: um ajuda na absorção do outro).

Peixes, ovos, carne e frango são excelentes fontes de proteína.

Este artigo foi escrito para informar que, após os treinos, o ideal é que proteínas e carboidratos sejam consumidos e que, dependendo de alguns fatores, a ênfase poderá ser em um ou outro.

Maximiza mais!

Assine nossa lista VIP e receba os artigos do blog no seu e-mail

Personal Trainer
follow me