O Monstro da Inatividade Física

Por que as pessoas não fazem exercício físico?

Você sabia que a inatividade física, sério fator de risco cardiovascular, é uma das principais causas de morte no mundo? Pois é, a inatividade física é responsável por milhões de mortes anualmente em diversos lugares do mundo, inclusive no Brasil. Ela está diretamente ligada a diversos problemas de saúde tais como obesidade, hipertensão, diabetes, depressão, ansiedade, alguns tipos de câncer e, finalmente, doenças cardiovasculares.

O Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que sejam realizados todos os esforços para que a quantidade suficiente de exercício físico semanal (150 minutos em intensidade moderada ou 75 minutos em intensidade vigorosa) seja alcançada.

A prática regular de exercício físico acarreta em inúmeros benefícios à saúde tais como: menor número de batimentos cardíacos em repouso; redução das concentrações sanguíneas de LDL (colesterol ruim), triglicerídeos, glicemia, redução da gordura corporal total; aumento das concentrações de HDL (colesterol bom), da massa muscular e da densidade mineral óssea (fundamental para evitar osteoporose); redução da pressão arterial; melhor auto-estima; melhor qualidade do sono e maior controle sobre ansiedade e stress, dentre inúmeros outros.

Pode-se afirmar que os benefícios oriundos da prática regular de exercício físico são intermináveis.

Porém, mesmo sendo amplamente conhecido que o exercício físico gera inúmeros benefícios fisiológicos, estéticos, sociais e psicológicos, a inatividade física é considerada uma epidemia global, sendo um sério problema de saúde pública.

Podemos atribuir à inatividade física altos gastos do Sistema Único de Saúde (SUS), onde aproximadamente 70% de seus gastos são com as doenças cardiovasculares (principal causa de morte no Brasil e no mundo e que está diretamente ligada aos níveis de exercício físico).

O excesso de tecnologia, aumento da violência, excesso de trabalho, falta de disposição são algumas razões que podem explicar o porquê de milhões de pessoas não praticarem exercício físico regularmente.

Mas o principal ponto é a prioridade. É preciso se perguntar se sua saúde tem sido prioridade em sua vida.

Ninguém precisa se exercitar todos os dias e/ou por longos períodos de tempo para obter benefícios (vide recomendação da OMS).

É preciso força de vontade, disposição e principalmente se conscientizar que a saúde e qualidade de vida são altamente dependente da prática de exercício físico.

Comece aos poucos, como por exemplo caminhando 2x na semana por 30 minutos. À medida que corpo e mente forem se adaptando (o que em muitos casos leva algumas poucas semanas) vá aumentando o volume e a intensidade.

Leia Também  Como perdi 7 kg em 1 mês sem exercícios e comendo de tudo

É fundamental ter a orientação de um profissional de educação física para que os benefícios sejam mais facilmente obtidos.

Saia do sofá!!! Deixe o celular de lado!!!

Lembre-se: a semana tem 10.080 minutos. Você só precisa de 75 ou 150!

Maximiza mais!

Assine nossa lista VIP e receba os artigos do blog no seu e-mail

Personal Trainer
follow me

Leia Também